Por que as empresas precisam conhecer os direitos do consumidor?

Olá, queridos leitores, tudo bem?

 

Quando decidi começar a escrever os artigos no blog minha intenção foi ajudar as empresas a resolverem seus problemas com o consumidor.

Isto porque, ao longo dos meus anos de advocacia, trabalhando diretamente com empresas, percebi o quão é importante que elas conheçam os direitos do consumidor para que assim possam ajustar seus processos internos e possam saber como devem se portar perante às reclamações dos consumidores.

No entanto, enquanto muitas empresas preferem não se preocupar em conhecer os direitos do consumidor, os consumidores estão cada vez antenados com o que vem acontecendo ao seu redor e são bem conhecedores dos seus direitos. Por conta disso, a probabilidade de a empresa acabar saindo perdendo e ter que desembolsar uma boa quantia em dinheiro numa eventual ação judicial, por ter agido de forma contrária às normas que protegem o consumidor, é bem grande e muitas vezes é o que, infelizmente, acaba acontecendo.

Há empresas, todavia, que já perceberam que não se preocupar em conhecer os direitos do consumidor é “perder dinheiro”, principalmente por correrem o risco de sofrerem um processo judicial, ocasião em que terão que contratar o serviço de um advogado e, ainda assim, podem ter que pagar indenizações aos consumidores.

Além disso, não bastasse a possibilidade de estar perdendo dinheiro, há empresas que estão colocando o próprio negócio em risco, uma vez que o erro num atendimento ao consumidor, pode ter efeitos catastróficos à imagem da empresa, a depender da forma como esse consumidor divulgará o ocorrido. Imagine um consumidor que atue como influencer digital, com mais de 100 mil seguidores. Uma publicação divulgada por esse consumidor, relatando o ocorrido, com certeza alcançará milhares de pessoas e sua empresa estaria perdendo não apenas um consumidor (que insatisfeito pelo atendimento, certamente não voltará a fazer negócios com sua empresa), como também pode influenciar a opinião de outras pessoas, que, caso ainda não tivessem comprado na sua loja, certamente depois disso, também não comprarão.

Por outro lado, imagine a situação inversa: o mesmo consumidor foi muito bem atendido na sua empresa e teve seu problema resolvido. No mesmo dia, por estar extremamente satisfeito com a forma como foi ele atendido, faz uma publicação elogiando a compra realizada na sua loja e o atendimento que foi a ele prestado. Existe publicidade melhor que essa? Certamente os seguidores desse consumidor serão influenciados pela opinião positiva desse consumidor e irão procurar a sua empresa quando precisarem daquele determinado produto vendido por você.

Os tempos mudaram e a forma como lidar com os consumidores também mudou e por isso, para que a sua empresa, não venha a ser prejudicada, é preciso conhecer os direitos do consumidor e a forma como lidar com os eventuais problemas que venham a surgir.

 

E, você, já tinha pensado nisso? Deixe seu comentário abaixo e vamos juntos repensar o direito do consumidor.

                    

Até o próximo post!

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *